LEMBRANDO: Portaria do Inmetro alterou limite de tolerância em teste de vazão

Motoristas devem possuir exame toxicológico para transporte de cargas perigosas
13 de março de 2019
Itaú e Ipiranga lançam cartão de crédito que dá cashback e desconto em combustível
15 de março de 2019

LEMBRANDO: Portaria do Inmetro alterou limite de tolerância em teste de vazão

Está em vigência desde o dia 1º de janeiro deste ano, a portaria do Inmetro 294 (29/06/2018), que modificou o limite de tolerância máximo no caso de erro contra o consumidor para 60 ml na realização do teste no aferidor de 20 litros. Porém, em favor do consumidor, manteve-se a tolerância de 100 ml.

O Regulamento Técnico Metrológico aprovado pela Portaria Inmetro n. 294/2018, determina que o erro máximo admissível na bomba passa a ser de 60 ml  em prejuízo do consumidor, e não vale mais de 100ml em seu desfavor. Os 100ml para mais, em favor do consumidor, continuam valendo.

Os seja, para um volume de 20 litros indicado no mostrador, os limites de erro ficam estabelecidos entre – 60 ml e + 100 ml no volume padrão do vasilhame aferidor, e não mais de 100 ml para mais ou para menos.

Portanto, o revendedor deve ficar atento à rigorosa aferição de suas bombas abastecedoras, já que qualquer desvio enseja ERRO DE QUANTIDADE, passível de interdição do bico desconforme.

É recomendado, portanto, que o revendedor tome imediatamente as providências cabíveis de adequação à nova norma.

Orientação – Revendedor, verifique a aferição dos seus equipamentos e, caso haja alteração acima dos 60 ml em desfavor do consumidor, tranque imediatamente o equipamento com cadeado e abra um chamado por escrito para que a empresa de manutenção vá até o seu posto e faça a adequação de acordo com o novo limite.

No entanto, reforça-se que as bombas devem estar devidamente aferidas, atentando para a nova tolerância: -60ml e +100ml.

 

Fonte: Adaptive

X