Diesel na Gasolina: a mais recente fake news nas redes sociais pode te sugerir um belo prejuízo

Usinas entregaram 97,4% do biodiesel vendido no L80
8 de setembro de 2021
Preço de Pauta irá se manter o mesmo em SC
13 de setembro de 2021

Diesel na Gasolina: a mais recente fake news nas redes sociais pode te sugerir um belo prejuízo

Compartilhar:

Acrescentar óleo diesel à gasolina para limpar os bicos injetores e dar maior potência ao motor. Certamente, você já deve ter visto vários “especialistas” sugerirem este tipo de procedimento, que consiste, basicamente, em abastecer 10 ml de diesel a cada litro de gasolina… Por favor, só lhe peço uma coisa: não faça isso!

Rabo de galo

Uma iniciativa que foi possível com o gerenciamento eletrônico foi o chamado “rabo de galo”, que consiste no acréscimo de um pouco de etanol no tanque de carros a gasolina. Essa ideia gerou pesquisas e o nascimento do motor flex que você conhece. Fora isso, inventar e fugir do projeto é sempre perigoso, lembre-se disso!

Só para se ter uma ideia de um caso extremo, conto a história de um acidente com um avião de pequeno porte, que caiu ao decolar do aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. O dono deste avião, um Cirrus, que carrega até paraquedas para a aeronave, comandou o abastecimento com querosene de aviação, o QAV. Mas sua aeronave, com motor a pistões, tem projeto para o uso de gasolina de aviação, a gasolina verde de alta octanagem.

Após a decolagem, o motor “fumou”, fundiu e houve o acidente. Isso exemplifica, de maneira extrema, bom lembrar, o quanto invenções como esta podem danificar o motor do seu veículo.

O perigo de utilizar diesel nos motores a gasolina

De volta ao diesel, este é um combustível mais pesado que a gasolina. Obtido antes dela no mesmo processo de refino do petróleo que chega à refinaria, o diesel tem mais hidrocarbonetos pesados e cetano, o que eleva a auto detonação do combustível no motor, a popular “batida de pino”, e compromete a durabilidade de peças móveis.

Pode furar, ou derreter a cabeça do cilindro, o que resulta em reparo de alto custo. O que você pode usar no seu tanque é a gasolina aditivada, que tem detergentes e dispersantes balanceados para a limpeza do motor. E o mais importante: foram testados para isso.

Você pode experimentar ainda a gasolina premium, com preço e octanagem mais altos, entretanto, a maioria dos motores não aproveitará a plenitude da energia contida na gasolina premium, destinada a importados e esportivos de alto desempenho. Nesse caso, em termos de mistura, você já tem 25% de álcool anidro no seu tanque, um antidetonante de origem vegetal que é ambientalmente mais aceitável do que o chumbo tetraetila, usado no passado no Brasil e até hoje em alguns países.

Apesar de elevar o consumo do seu carro, o bom e velho etanol entrega maior potência aos motores flex. É o famoso “rabo de galo” elevado à galeria das grandes invenções genuinamente brasileiras.

Então, fica aqui uma dica valiosa quando o assunto é o seu veículo e as melhorias que venha a proporcionar a ele: inventar moda pode sair mais caro do que você pensa!

 

Fonte – https://institutocombustivellegal.org.br/diesel-na-gasolina-a-mais-recente-fake-news-nas-redes-sociais-pode-te-sugerir-um-belo-prejuizo/

 

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE DERIVADOS DE PETRÓLEO DO ESTADO DE SANTA CATARINA – SINDIPETRO/SC

Fale conosco
X