Informação e conhecimento

Dezembro 2014 / Janeiro 2015
15 de maio de 2015
A proteção da livre concorrência no Brasil
15 de junho de 2015

Informação e conhecimento

Compartilhar:

 

Por Claudia Regina Weber AlmadaLOGO SEGS

 

  O quinto critério SEGS, examina a gestão das informações, incluindo a obtenção de informações comparativas pertinentes. Também examina como é compartilhado, ampliado e protegido seu conhecimento.

   A palavra gestão quando associada à palavra conhecimento deve ser apreendida como promoção do conhecimento e não somente ao controle.

A Gestão do Conhecimento pode ser entendida como um processo de recuperação, disseminação e utilização do conhecimento para se atingir metas da organização. Compreende-se o conhecimento como a informação interpretada, o que ela significa, e o que pode causar com seu uso. Ela pode ser usada para tomada de decisões e ações, como o objetivo de obter vantagens, antever cenários e formular propostas etc. Os objetivos da Gestão do Conhecimento variam desde dar “vida” ao dados (deixando-os usuais e úteis, principalmente para as organizações), até a geração de novos conhecimentos, possibilitando melhores práticas, vantagens competitivas e estabelecimento de lógica organizacional. O mapeamento de informações é essencial na Gestão do Conhecimento, pois sugere a busca de informações em diversos meios e lugares, e facilita o enquadramento da estratégia, permitindo o aumento da produção intelectual.6---SEGS

   O gestor se insere na sociedade do conhecimento e dos recursos informacionais como fator estratégico de desenvolvimento e produção, sendo nos processos de produção de dados, na aplicação do conhecimento adquirido, na disseminação de informações relativa à realização de determinados trabalhos. Talvez a mensuração da função de um gestor de pessoas não seja precisa. A palavra “gestão” remete a gerência, administração, que por sua vez são bem amplas e indicam uma variada gama de atividades e colocações.

   Os gestores de pessoas devem atentar ao fato de que nenhum sistema de gestão do conhecimento será bem sucedido se a cultura da empresa não apoiar o compartilhamento das informações. Lacombe (2005), lista cinco habilidades que empresas que aprendem, obtêm com o gerenciamento do conhecimento: soluções sistemáticas de problemas; experimentação de novas abordagens; aprendizagem por meio de sua própria experiência e historia; aprendizagem por meio da experiência e pratica dos outros; e transferência de conhecimentos rápida e eficiente em toda organização.

   A utilização desses procedimentos oportuniza a empresa obter vantagens competitivas diante de seus concorrentes, em função do gerenciamento seus recursos humanos e seus métodos de aprendizagem. Desse modo, conclui-se que o gestor é parte fundamental, atuando por meio de estímulos onde as pessoas que trabalham nas organizações possam produzir informações e também usufruírem delas. Com isso, o conhecimento se torna ferramenta essencial e indispensável ao crescimento das empresas e das pessoas.

 

X