Petrobras inicia venda de fatia na BR e marca sua saída do setor de Postos no Brasil

Assinatura digital deverá estar presente em todas as Bombas de Combustível a partir de julho de 2022
18 de junho de 2021
Bolsonaro admite ‘dificuldade’ para aprovar projeto sobre ICMS de Combustíveis
21 de junho de 2021

Petrobras inicia venda de fatia na BR e marca sua saída do setor de Postos no Brasil

Compartilhar:

A Petrobras deu o primeiro passo para se desfazer da fatia que ainda tem na BR Distribuidora e sair de vez do setor de distribuição de combustíveis no Brasil. A empresa protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de oferta pública secundária (follow on) para venda de sua participação de 37,5% na empresa, que é líder no segmento no país.

Em comunicado ao mercado, a empresa afirma que poderá levantar R$ 11,5 bilhões com a venda de 436,9 milhões de ações. Esse valor tem como referência a cotação dos papéis da última quarta-feira (R$ 26,42).
O preço final, no entanto, só será definido após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento a ser realizado com investidores institucionais, que detêm grandes lotes de ações, o que deve ocorrer no dia 30 de junho.

No Ibovespa, as ações subiram. As ordinárias da Petrobras (PETR3) avançaram 0,28% e as preferenciais (PETR4), 0,68%.

Ainda assim, na avaliação de Luis Sales, estrategista-chefe da Guide Investimentos, o momento da operação é acertado. Para ele, o mercado espera a saída da Petrobras da BR para o papel “voltar a andar”:

— Com esse volume grande de ações voltando ao mercado, é difícil vender na máxima, porque acaba pressionando o preço e não gerando demanda também.

Postos manterão bandeira BR

A venda das ações da BR começarão no dia 2 de julho e, segundo a Petrobras, a operação deverá ser concluída até o dia 5 do mês que vem.

Mesmo com a venda, a bandeira BR será mantida nos postos de gasolina. De acordo com a estatal, o contrato de licenciamento da marca é independente do negócio. A petrolífera continuará produzindo combustíveis por meio de suas refinarias e vendendo para as distribuidoras, inclusive a BR.

No exterior, a companhia também está em processo de se desfazer de suas redes de postos de gasolina. Hoje, ainda tem unidades na Colômbia, por meio da subsidiária Petrobras Colombia Combustibles (Pecoco).A Petrobras vem de desfazendo de vários ativos com objetivo de reduzir sua dívida e focar investimentos na exploração do pré-sal.

A BR já foi alvo de duas operações em Bolsa. Na primeira, em 2018, a Petrobras levantou R$ 5 bilhões com a venda de 28,75% do capital da subsidiária. Na segunda, em 2019, foram vendidas 33,75% das ações, por pouco mais de R$ 9 bilhões.

Melhora da governança da BR
Com essa última, a Petrobras deixou de ser controladora da BR. A operação foi garantida por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que permitiu a venda de subsidiárias de estatais sem anuência do Congresso Nacional.

A intenção de vender a fatia de 37,5% anunciada ontem foi aprovada pelo conselho de administração da companhia em 2020, e a ideia era concluir a operação no início do ano, mas o processo foi atrasado pela conturbada troca no comando da Petrobras, com a demissão de Roberto Castello Branco.

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, o general Joaquim Silva e Luna assumiu em meados de abril, após debandada no Conselho de Administração e na diretoria da estatal, e havia dúvidas entre analistas se ele tocaria o programa de venda de ativos do antecessor.

Além das ações na BR, a Petrobras pretende vender ainda sua fatia na Gaspetro, por meio da qual tem participações em distribuidoras de gás, e refinarias. A Refinaria Landulpho Alves, em Salvador, foi vendida ao fundo Mubadala por US$ 1,6 bilhão. Outras sete estão à venda.

Para Sales, da Guide, a venda das refinarias serão a grande prova de fogo da Petrobras, por ser mais complexo. Ele avalia que a venda de ativos não estratégicos ajude a reduzir a dívida bruta e destrave a nova política de dividendos.

Com relação ao futuro da BR Distribuidora, Sales afirma que deve haver melhora na governança da companhia, com renovação no Conselho de Adminstração e na gestão:

— Já vemos isso acontecendo, mas isso (a venda da fatia remanescente da Petrobras) pode acelerar e ser bem positivo para a BR.

 

Fonte – https://www.fecombustiveis.org.br/noticia/petrobras-inicia-venda-de-fatia-na-br-e-marca-sua-saida-do-setor-de-postos-no-brasil/246786

 

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE DERIVADOS DE PETRÓLEO DO ESTADO DE SANTA CATARINA – SINDIPETRO/SC

Fale conosco
X