Sindipetro oferece cursos da NR 20 no Planalto Norte

Consumo de combustíveis no Brasil caiu 4,5% na comparação entre 2016 e 2015
17 de fevereiro de 2017
Sindipetro participa de Comissão de Participação Popular, na Câmara de Vereadores de Joinville
23 de fevereiro de 2017

Sindipetro oferece cursos da NR 20 no Planalto Norte

Compartilhar:

Pensando na comodidade de seus associados e também dos revendedores de combustíveis do Planalto Norte e região, o Sindipetro oferece, durante o mês de março, cursos de NR 20 nas cidades de Itaiópolis, Papanduva e Mafra.

Em Itaiópolis a qualificação ocorre entre os dias 14 e 16 de março na CDL e Associação Empresarial. Serão ministrados cursos básicos, completo e de reciclagem. Na sequência, no dia 21 de março, os funcionários dos postos de combustíveis de Papanduva terão a oportunidade de participarem dos cursos: básico e de reciclagem, na CDL.

Por último, entre os dias, 22 e 24 é a vez dos profissionais de Mafra receberem as orientações. Serão oferecidos cursos básico, completo e de reciclagem, as aulas também acontecem na CDL do munícipio.

Informações sobre as aulas nas três cidades podem ser obtidas através do email: atendimento@sindipetro.com.br ou ligando gratuitamente para 0800 474 474. O Sindipetro, ainda disponibiliza o telefone (47) 3433-0932 para contato.

Saiba mais sobre a NR 20

A revisão da NR 20 (Norma Regulamentadora nº 20), chamada também de Segurança e Saúde no Trabalho com Líquidos Inflamáveis e Combustíveis foi publicada pelo Ministério do Trabalho e Emprego e está em validade em todo Brasil desde o dia 6 de março de 2012.

A norma prevê prazos e obrigações para toda a cadeia de combustíveis: exploração, refino, distribuição e revenda. Os postos de combustíveis tem a obrigação de oferecer aos seus empregados três cursos de capacitação, além de elaborar um projeto de instalações em que sejam contemplados os aspectos de saúde, segurança e meio ambiente. Tudo isso devidamente documentado e arquivado.

Conforme a NR 20, o curso deve ser pago pelo empregador e o mesmo deve ser realizado no horário de trabalho dos funcionários. Os trabalhadores que participam dos treinamentos recebem certificados e precisam passar por novo curso a cada dois ou três anos, dependendo do realizado anteriormente.

O não cumprimento das exigências previstas na NR 20 podem gerar multas que são aplicadas de acordo com o número de funcionários, visto que são eles os principais afetados pelo não cumprimento das normas e pela quantidade de itens da NR 20 não atendidos. Para cada requisito da norma, haverá uma multa especifica que somadas poderão ultrapassar 250 mil reais.

Fale conosco
X